home news forum careers events suppliers solutions markets expos directories catalogs resources advertise contacts
 
News Page

The news
and
beyond the news
Index of news sources
All Africa Asia/Pacific Europe Latin America Middle East North America
  Topics
  Species
Archives
News archive 1997-2008
 

Azevém BRS Integração alcança alta produção no RS


Brazil
April 8, 2020


Paulo Lanzetta - Produtor pode adquirir agora sementes da cultivar, que produz bastante, e se bem aproveitada, garante alimento ao gado até setembro.
Produtor pode adquirir agora sementes da cultivar, que produz bastante, e se bem aproveitada, garante alimento ao gado até setembro. - Foto: Paulo Lanzetta

 

A cultivar BRS Integração, resultante do Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa, está alcançando larga produção de sementes no Estado gaúcho. Nos municípios de Pejuçara, Julio de Castilhos, Cruz Alta e Tupanciretã/RS, há terras de produção da pastagem que já totalizam 800ha. O material lançado em 2017 pela pesquisa agropecuária está atingindo um importante volume de  multiplicação de sementes - uma média de 760kg/ha - feito pelos produtores licenciados para os pecuaristas, que são os usuários finais.

        O pesquisador ElbioTreicha Cardoso, que acompanha à campo a multiplicação de sementes das cultivares da Embrapa, realizou visitação à área de produção da BRS Integração, em Júlio de Castilhos/RS. "Encontramos um material com condições adequadas, sendo realizados todos os processos de implantação da cultivar bem feitos, onde certamente resultará em sementes de boa qualidade para o mercado", disse Cardoso. Segundo ele, o sucesso de uma lavoura está também na qualidade da semente, que carrega pureza genética, garantindo segurança ao desenvolvimento da pastagem.

        A animação da pesquisadora Andrea Mittelmann, da Embrapa Gado de  Leite, mas lotada na Embrapa Clima Temperado/RS, que esteve à frente do melhoramento da cultivar, indica que a BRS Integração é uma boa opção apresentada especialmente ao orizicultor. "Durante a 30ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, há dois meses realizada em Pelotas, foi demonstrada uma área de diversificação de cultivos, ao integrar pecuária com as lavouras. Entre as possibilidades de pastagens de inverno é indicado o azevém BRS Integração, uma pastagem de ciclo mais curto, com alta produtividade de forragem, adaptada ao sistema de Integração Lavoura-Pecuária", lembrou Mittelmann, destacando a sua possibilidade  de entrar em rotações com culturas  de grãos, como o arroz, a soja e o milho.

        A pesquisadora explica que o material produz 5% mais com 20 dias a menos de ciclo em comparação à BRS Ponteio, uma das cultivares mais adotadas pelos produtores. Mas, conforme ela, a precocidade da BRS Integração possibilita a ressemeadura natural ou colheita das sementes antes do estabelecimento de culturas de verão, o que indica sua vocação para o sistema de Integração Lavoura-Pecuária. " A cultivar deve ser plantada em abril para ser utilizada em junho, caso o produtor siga o calendário recomendado. Até setembro, a variedade tem condições de ainda produzir, mas como ela tem capacidade de rebrotar depois do pastejo, a pastagem pode perdurar ainda mais tempo", indica Mittelmann. O mês de outubro é indicado para produção de sementes.

O caso das Sementes Andreola

A experiência realizada por Leonel Andreola, que pertence a Empresa Sementes Andreola Ltda. em sociedade com Sandro Schiavo  são positivas em relação a BRS Integração. O produtor, que participou desde o lançamento do material ao mercado e se candidatou como licenciado, conta que este azevém se adapta aos solos da região sul do país. "O pecuarista que usar esse material estará atendendo todas as suas necessidades. É um material de muito potencial", disse. Ele destaca no material algumas características fortes como a precocidade, a  tolerância a brusone e a resistência ao acamamento. "Ela é muito rápida quanto ao rebrote e também quanto a produção de alimento para os animais, seus números de matéria seca impressionam, sendo acima de oito mil quilos por hectare", fala Andreola.

        De acordo com ele, conforme os objetivos do empreendimento rural, e também do território de produção há algumas diferenças. "No nosso caso, que somos produtores de sementes e estamos localizados na região dos municípios de Pejuçara, Julio de Castilhos, Cruz Alta e Tupanciretã, a época ideal para a semeadura é metade do mês de maio até metade do mês de junho. Já aqueles produtores que querem garantir o pastoreio aos animais, o período de semeadura fica entre meados de março até meados de  maio, aonde será possível oferecer alimento abundante ao rebanho, informou Andreola.

        Quanto a aceitação dos produtores ao material, Andreola conta que tem sido crescente, a justificativa está na alta qualidade técnica do material desenvolvido pela pesquisa e suas condições de adaptação à região. "Nós fizemos contato com várias cooperativas, empresas e alguns produtores e muitos outros tem nos procurado para acesso a BRS Integração. Vem aumentando o número de clientes e parceiros no Estado, e há muitos municípios de Santa Catarina e Paraná, que já estão cultivando o material", contou o licenciado da Embrapa, que faz parte da Associação Sul-Brasileira para o Fomento e a Pesquisa de Forrageiras (Sulpasto).    

Características da BRS Integração

A cultivar de azevém (Lolium multiflorum) BRS Integração apresenta ciclo produtivo precoce, ressemeadura natural, se integra com culturas anuais de estação quente. Possui porte ereto, bom vigor inicial, com rápido estabelecimento da pastagem; excelente capacidade de rebrote; alta produtividade de forragem, com qualidade; excelente adaptação e sanidade. A cultivar foi desenvolvida pelo Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa, no âmbito da parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Associação Sul-Brasileira para o Fomento e a Pesquisa de Forrageiras (Sulpasto). As recomendações de manejo foram desenvolvidas em parceria com a Universidade Federal de Pelotas.

Pesquisa oferece azevém para diferentes propostas

A BRS Integração faz parte de um trio de cultivares de azevém da Embrapa para diferentes finalidades de produção. O trio de azevém é formado pela BRS Integração, BRS Ponteio e a futura cultivar, denominada, BRS Estações que a pesquisa destinou a produtores que necessitam de materiais precoces, de ciclo médio e ciclo mais tardio.   

A BRS Integração, por sua precocidade, tem condições de produzir bastante e ser bem aproveitada até setembro. Com a retirada do pastejo no final de setembro, as sementes serão produzidas em outubro. Serve para produtores que necessitam aproveitar ao máximo a pastagem de inverno antes do preparo para a cultura de verão.

A BRS Ponteio é uma das cultivares que atende 60% do mercado brasileiro de azevém. Ela tem sua maturidade de sementes em novembro e se encaixa para aqueles produtores que tem como objetivo estender o uso da pastagem.

A BRS Estações, está em processo de lançamento, de nova cultivar de azevém que traz de uma proposta de ciclo mais tardio. O material deve ser lançado no segundo semestre deste ano.

 



More news from: EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária


Website: http://www.embrapa.br

Published: April 9, 2020

The news item on this page is copyright by the organization where it originated
Fair use notice

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 Archive of the news section


Copyright @ 1992-2020 SeedQuest - All rights reserved